quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Simplesmente amar


Simplesmente amar



Quantas vezes vamos a igreja ou entramos aqui mesmo na internet e esperamos ouvir uma pregração de algo totalmente novo, algo que nunca ouvimos e lemos. E quando vem a palavra é algo simples, ouvido muitas e muitas vezes. Mas o que esquecemos é que o evangelho é simplicidade e que se algo está sendo enfatizado muitas vezes é porque ainda não aprendemos, não estamos vivendo o que Deus ensina.

Muitos dizem: Ah isso eu ja ouvi, ou, "De novo essa mensagem", ou por vezes queremos ouvir algo que agrade os nossos ouvidos, queremos mensagem para dar glória Deus, aleluia, benção.
Mas nós como seguidores de Cristo devemos nos atentar quanto aos nossos atos, o que temos aplicado do que está escrito na palavra, e principalmente se demonstramos as pessoas ser aquilo que dizemos acreditar. Nós como Cristãos devemos ser referênciais.

E nestes dias estou com o pensamento forte no viver o amor de Cristo, algo que todos sabem, mas que poucos agem. Já imaginou se fossemos mais pacientes com as pessoas, se não julgassemos, como seria os locais sem ira, rancor, vingança. Será tão complicado viver o amor de Cristo. As vezes me sinto em crise comigo mesmo, pois sei que não amo todos aqueles que Deus ama, contudo mesmo não amando tanto assim creio que o Pai tem sondado o meu coração e conhece o meu desejo e que eu ainda não tenha esse imenso amor por TODOS, através do Espirito Santo, ELe me ajudará a amar.


"Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos. (1 João 3:16)

Viver o amor de Cristo foi algo em que mais os apóstolos em suas cartas enfatizaram, e isso não era em vão, porque Deus nos exorta a amar.
Vivemos em um mundo em que o amor é cercado por desconfiança, e muitas pessoas perdem a oportunidade de amar e ser amada, por pensar que tudo gira em torno de interesses e esquecem ou não conhecem que o amor não espera nada em troca. Outros pensam em que vão pensar dele se agir com carinho, cuidado e deixam de amar, simplesmente pelo que o mundo vai achar dele ou dela. Entretanto a marca que nós cristão devemos deixar em tudo que fizermos e com quem estivermos é o amor de Jesus Cristo. Ainda que você não possua todo esse amor, mesmo assim ame, naturalmente o amor de Cristo pelo Espiríto Santo nascerá e tomará teu coração.

Amar por inumeras vezes custa caro, principalmente por aqueles que dispõem a amar sem reservas, sem esperar retribuição dos homens. Quem vive o amor de Cristo não espera retribuição, mesmo que a pessoas o ofenda ele continua a depositar o amor, pois tem a certeza que receberá a recombensa das mãos do próprio Deus e que está agradando ao Pai.
Não há prazer maior do que se doar em amor e ainda mais saber que doando o seu amor ao próximo você está brotando nos lábios do seu criador um sorriso.

Saiba que o melhor termômetro para que analisemos o nosso compromentimento com Cristo é através do quanto nós amamos e nos importamos com nosso semelhante, em consequência sabemos o quanto amaamos ao Pai, pois como disse estamos amando aquilo que Deus ama.
Devemos nos atentar em um fato, por vezes tornamos o amar em um simples protocolo, obrigação. Por quantas vezes as pessoas falam eu te amo como se fosse um oi. O importante é amar em atos e atitudes.

"Quem não ama, não conhece a Deus." (1 João 4:8)

Nunca devemos nos esquecer que DEUS é a fonte do amor.
Deus todos os dias nos demonstra como o amor efetivamente é. Ele trabalha pelo seu amor a humanidade, enviou seu filho para viver na carne humana, para caminhar pela terra como um homem para sofrer e morrer a fim de nos dar a vida e não viver sem nós. Isso é a total demonstração do que é o amor puro, amor este que se sacrifica por qualquer um. Isso é Deus, e devemos nos esforçar para sermos movidos através deste amor.

O elemento que o cristianismo possui como base são os relacionamentos e não religião. A nossa salvação é baseada no nosso relacionamento com Deus e o resultado mais do que natural, de quem possui um relacionamento com Deus é ter um entrosamento com os demais, que nada mais é amor ao semelhante.

Quando nos importamos com as pessoas e decidimos obedecer este mandamento de Deus, somos recompensados e usados como imãs que atraem a paz de Cristo onde quer que estajamos.
Podemos por vezes reagir de modo superficial com as outras pessoas, mas quando acontecer e falharmos em mostrar o puro amor de Jesus, devemos admitir e nos esforçar pela reconciliação e buscar a pureza que ressoa em nosso coração.

Nós devemos amar porque Deus nos amor primeiro.

Marcelo - RCC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário