terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Amar

Na manhã da sexta-feira (23), o Centro de Eventos ficou lotado para a Santa Missa, presidida por Monsenhor Jonas Abib, fundador da comunidade Canção Nova. Essa é a segunda vez que ele celebra no Encontro Nacional de Formação da RCCBRASIL.
O monsenhor abriu a celebração destacando a importância da presença da presidente do ICCRS, Michelle Moran, em nosso meio. Ele também parabenizou o Movimento pelo encontro e quantidade de participantes nessa edição. O ENF 2015 conta com cerca de nove mil pessoas. “É muito bom que na casa da Mãe estejamos todos unidos em um só coração. Somos ministeriados não para nós, mas pelo povo. Que o Senhor verdadeiramente nos una”, destacou.
Baseado no Evangelho do dia, que diz que Jesus subiu no monte para rezar e escolher quem seriam seus apóstolos, Monsenhor Jonas refletiu sobre o chamado de cada um. “O ministério que você exerce é uma escolha. O ponto alto da nossa vida que foi o encontro com Jesus foi uma escolha. Ele te chamou pelo nome, assim como chamou cada um dos apóstolos. Seu ministério é um desígnio de Deus, com todo o peso da palavra desígnio”, afirmou.
De acordo com o religioso, só se pode exercer o ministério com entrega, entusiasmo e ardor. “É o ministério que o Senhor me confiou e eu vou acolher. Eu vou dar a minha vida por meu ministério. O Senhor me queria no ministério da Eficássia da Palavra e eu aceitei (...) eu venho vivendo isso e não faço mais do que a minha obrigação”, disse ao partilhar sobre sua caminhada e chamado ao sacerdócio.
Ainda durante sua homilia, o monsenhor explicou que a espiritualidade de cada pessoa se define na intimidade com o Senhor. “Do contrário, o seu ministério pode se tornar uma hipocresia porque você não é íntimo. Você até faz porque aprendeu, mas não muda de vida verdadeiramente”.
E ele continuou a exortação: “Chega de ver gente exercendo seu ministério sem força! Os ministérios do Espírito Santo merecem ser exercidos com dinamismo e ousadia. O Senhor merece que eu e você demos nossa vida por nosso ministério. E Ele não nos quer no nosso ‘lugarzinho’, mas até os confins do mundo. Não tenha medo de sofrer pelo Evangelho. Aguenta firme, meu filho!”.
Monsenhor Jonas chamou então Eugênio Jorge, que cantou a música ‘Um Deus apaixonado’, que gerou um momento de grande louvor. Durante o momento da Comunhão, as músicas foram conduzidas pela cantora paraguaia Sílvia Mariella.
Homenagens
A Banda Amados do Eterno, que anima o ENF 2015, gravou uma música em homenagem a Luiz Gustavo Eccel, seminarista que faleceu no último ano em decorrência de um acidente com o ônibus que transportava os participantes do Renassem. A música foi apresentada logo após o momento da Comunhão.
A letra da canção foi feita a partir dos escritos de Luiz Gustavo que afirmava: ‘Me sacrificio por um bem maior’. Foi momento de grande emoção, selado por um abraço entre os seminaristas presentes.
Monsenhor Jonas também foi homenagedo. Ele recebeu das mãos da presidente do Conselho Nacional, Katia Roldi Zavaris, uma placa o felicitando pelos 50 anos de sacerdócio, celebrado em dezembro de 2014.
A RCCBRASIL também homenageou Gilberto Gomes Barbosa pelos 25 anos da comunidade Obra de Maria, celebrados nesse mês. Gilberto também é o coordenador internacional da Catholic Fraternity (em português, Fraternidade Católica). Trata-se de um organismo criado pelo Pontifício Conselho para os Leigos, com o objetivo de integrar as Novas Comunidades.
Fonte: http://www.rccbrasil.org.br/eventos/index.php/mais-lidas-eventos-nacionais/831-amar-sofrer-e-dar-a-vida-pelo-ministerio-motiva-monsenhor-jonas-abib-.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário