domingo, 22 de julho de 2012

Como viver o Senhorio de Jesus

0 comentários

Como viver o Senhorio de Jesus
(resumo da pregação de Reinaldo Beserra dos Reis)
 (Com a Bíblia na mão) Cultuamos um Deus que teve a iniciativa de Se revelar, aqui está o primeiro passo da fé. Beije a sua Bíblia como um manjar fino que o Senhor te deu. Coloque-a junto ao coração, pede Reinaldo, enquanto ora ao Espírito Santo. 
Leitura: Mt15,21-28 - Fé manifestada por uma pagã.
Ter Jesus como Senhor é dar a Ele a preferência sobre a nossa vida. Tudo foi feito por Ele, por causa Dele e para Ele. Ele revelou esse sonho de Deus desde toda a eternidade: que todas as coisas fossem reunidas em torno de Jesus. Se Jesus é o Senhor, tem que ocupar o 1º lugar. O que Jesus diz é que há momentos na vida, que temos que optar por Ele. Isso dói, exige. Viver o Seu Senhorio “mais ou menos”, quer dizer que não podemos viver aquele sonho.
Na Inglaterra, todo lugar tem o selo da rainha. Mas não é rainha que manda e sim o 1º Ministro. Jesus não quer que o tenhamos pendurado no pescoço, na capa das agendas, que de fato não é ele que manda, mas o 1º ministro: eu mesmo. É preciso sair do trono para dar lugar ao Senhor. É preciso aprender a ter confiança neste Jesus Senhor que sabe o que é melhor para nós, e que recebemos um salvo conduto quando vivemos essa situação. “Se você quiser me seguir”...  Além de destronar-se, é preciso tomar a sua cruz. Isso vai de encontro com o que diz a “igreja da prosperidade” que fala “pare de sofrer”.

Você não tem um salvo conduto. Jesus não faz a tempestade não acontecer. Ele é o “homem das dores”. Ele, o Justo, assumiu a suas dores, e por suas chagas fomos curados.
Nesse ano é importante que nós façamos uma revisão de quanto estamos vivendo o Senhorio de Jesus em nossas vidas, o quanto estamos sendo comprometidos neste lugar onde nos plantou, o quanto estamos comprometidos com a obra, com essa graça de renovação a que ele nos vocacionou.
Às vezes queremos muitos benefícios, mas por vezes, não estamos muito dispostos a entregar (não aquilo que nos sobra...). Muitos hoje não estão mais no nosso meio, às vezes nem mais na Igreja. È bom que você entenda que o Senhorio de Jesus é um processo. É preciso que cada vez mais dobremos o nosso joelho, e peçamos que nos dê a graça de proclamar que Ele é o senhor.
Não é num momento, entusiasmo, em que eu resolvo por isso, e que quando as provas vem...preciso entender a minha miséria, dobrar o joelho de novo. Por vezes muitos ficam pelo caminho. Não conseguem passar pelos testes que o Senhorio de Jesus exige.
 
O que tem a ver essa palavra (Leia novamente Mt15,21-28)?
 A Cananéia não era uma pessoa escolhida, aproximou-se de Jesus e disse aquilo.Uma pagã que não teria condições nem de se aproximar dele...
O primeiro teste: Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Quantas pessoas encerram a sua vontade de ter Jesus como Senhor diante do seu primeiro silêncio! Será que você já se aborreceu porque Jesus não respondeu a uma súplica sua?
Uma vez a comunidade de São José do Cerrado, onde eu trabalhava, ia fazer uma excursão. No início da RCC não era novidade que uma pessoa fizesse uma oração. Fui escolhido e fiz uma oração caprichada. Resumo, quando chegamos de viagem o meu filho de 3 anos tinha sido assassinado, estava no necrotério. Que sentimento de impotência ... Que vergonha... O Senhor não ouviu a minha oração...
“Seus discípulos vieram a ele e disseram”... Quantas vezes você não se entusiasmou com Jesus e depois tomou um banho de água fria dos próprios membros da Igreja? E quantos deixaram a RCC por causa disso, embora, tivesse assumido Jesus como Senhor. Temos passado nesse teste? Eu conheço muita gente que se mandou, decepcionou-se, como os discípulos de Jesus.
Outro teste; continua a palavra “Não fui enviado...” Agora é Jesus falando: não se preocupem, não tenho nada com essa mulher. Estou te reconhecendo como Senhor.... Ele, como que ignorando-a diz “eu vim para as ovelhas da casa de Israel”.Também nós, muitas vezes, fomos rejeitados , discriminados, escorraçados, discriminados, por causa da nossa identidade. Já tivemos dioceses onde, se você pertencesse à RCC não podia ser ministro da eucaristia. Isso, escrito no papel! Está aqui o coordenador. Lugares onde os salões são alugados para outras igrejas, para a RCC não.
Tem mais testes. Mas aquela mulher veio prostrar-se diante Dele. Por isso, diz a palavra... “para que diante dele todo seu joelho se dobre”. Prostra-se, e mais uma vez proclama que ele é Senhor. Jesus se comoveu? Piorou as coisas. A maior ofensa aos cananeus era ser chamados de “cães”. Jesus, o doce Jesus, diz para ela “não convém jogar...” Mais uma vez, um argumento de Jesus, como quem diz “- Dá licença, eu tenho mais o que fazer”. Mas ela, diferente de nós, muitas vezes, disse “Senhor, mas os cachorrinhos”... Não disse “Dá licença você ta me ofendendo”, o que seria o normal, ou bater os pés e sair. Seria até compreensível. Não. Ela disse “Senhor, mas os cachorrinhos”...Senhor é dono, as migalhas nos fazem lembrar. Eu me assumo assim como o Senhor está dizendo, eu te considero, estou aqui porque preciso do Senhor, porque só o Senhor pode fazer isso por mim. Não sei se falaríamos isso, mas foi isso. Jesus lhe responde e na mesma hora, sua filha ficou curada. Aleluia!
 
(Reinaldo convida a todos a ficar em pé para um momento de oração)
Pensa na sua vida. Vai passando na sua cabeça momentos em que você se decepcionou com o silêncio de Jesus, com o seu não, quando foi escorraçado da Igreja, as vezes que o ofenderam com palavras, que te esmagaram, quando você foi comparado a coisas que tiraram a sua dignidade. Vai dizendo:
- Eu reafirmo Senhor, fica comigo! Eu continuo querendo tê-lo por meu Senhor. Quero que sejas o meu Senhor! E nesta manhã, pelo poder do seu Nome, pelo poder do seu Sangue, pelo poder do seu sofrimento, eu quero livremente, não por minhas forças, eu não seria capa... Mas pelo poder do seu Espírito, quero perdoar a todas as pessoas que possam ter me magoado, menosprezado, me diminuído... Quero me perdoar... Colocar a minha vida sob Seu Senhorio, cada vez mais. Pedir que possas me perdoar, Senhor, pelas vezes que me irritei com seu silencio, seu “não” na minha vida. Dá-me maturidade, visão, sensibilidade espiritual...Eu O proclamo, nessa manhã, uma vez mais, que Sois o meu Senhor, porque tudo é seu, porque tens direito, porque me resgatastes do reino das trevas, porque pagastes o preço do meu resgate, com Seu próprio sangue. Eu me entrego, e te convido a ser o Senhor da minha vida!

Leave a Reply

Deixe seu Comentário

Vigilia com Padre Paulinho da Comunidade Canção Nova

Vigilia com Padre Paulinho da Comunidade Canção Nova
Marcelo
 
Fogo Para as Nações © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

You can add link or short description here