segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Passos para cura interior

Passos para cura interior


Quando lemos os Evangelhos podemos observar que a cura era um ministério importante na vida de Jesus. Onde quer que Jesus estivesse havia curas do corpo, mente,  espírito e coração. A cura também faz parte do ministério e da missão da Igreja.
 As orações de cura tem sido um elemento essencial na vida devocional dos católicos ao longo dos séculos. Com o surgimento da Renovação Carismática Católica como uma das graças para a Igreja após o Concílio Vaticano II as orações de cura se tornaram mais uma norma na vida e espiritual de muitas pessoas. As pessoas rezavam pela cura umas das outras durante os encontros de grupos de oração conferencias e retiros que atraiam grandes multidões.

        Precisamos orar pela nossa cura interior e nossa libertação, porque trazemos muitas marcas e traumas de nossa concepção, são muitas coisas que precisam ser resolvidas e só com oração de cura podemos alcançar esta graça.
Na palavra do Senhor em (ROMANOS 7-19) Diz: “não faço o bem que queria, mas o mal que não quero”. Vivemos-nos uma luta interior muito grande, muitas pessoas estão doentes fisicamente e espiritualmente em conseqüência desta lutas que vivem, a cura interior é muito importante, vamos mencionar aqui quatro razões porque a cura interior é indispensável

1° É importante e necessária
2° Devido à “limitação” da medicina
3° Em virtude da formação da personalidade humana
4° Para descobrir a verdadeira causa emocional

Quantas pessoas têm os seus sentimentos abalados, sem nem um sentido de vida, muitas delas acabam buscando preencher seu coração com outras coisas.
Os quatro maiores problemas emocionais que dificultam a nossa cura interior e libertação são:

1° Sentimento de rejeição

2° Sentimento de culpa

3° Sentimento de inferioridade

4° Sentimento de medo


REJEIÇÃO: a rejeição aparece em nossa vida quando não sentimos que somos amados por aquele que mais gostamos principalmente nosso pai, mãe, irmão, e os familiares em geral, como avos, tios, primos, e outros...

CULPA: temos de saber o certo o que vem a ser o sentimento de culpa. Ele surge quando falhamos com alguém e em alguns casos mesmo quando nos reconciliamos e pedimos perdão. Muitos casos de câncer estão relacionados com esses tipos de sentimentos.

INFERIORIDADE: quando somos bebes temos toda a atenção, muitas carícias, conseqüentemente sentimos-nos protegidos e amados, mas com passar do tempo vamos crescendo e às vezes temos a sensação de que somos desprezados, substituídos por outros irmãos ou por outros afazeres.

MEDO: Neste item, não nos referimos aos pequenos medos ou medos passageiros, estamos falando dos medos que nos paralisam conhecidos como pânico.

Podemos rezar em quatro situações ou momento pela cura interior.

 1° todos juntos
 2° Em grupo de oração
 3° No aconselhamento ou confissão
 4° Sozinho na presença de Jesus ou com o santíssimo sacramento exposto.

Nada é impossível para Deus! Ele é o Senhor de todas as coisas, e pode, certamente transformar qualquer realidade em nossa vida até mesmo curar os traumas que temos em nossa vida. Precisamos apenas entrar no templo de Deus e dizer: “Eu quero, Senhor, estar em Sua presença. Tudo o que eu estou sofrendo não é nada diante daquilo que pode realizar em minha vida”.

        O SALMO 33 nos diz: “Deus está perto dos contritos de coração e salva os que têm espírito abatido”. Percebemos que o Senhor fica conosco o tempo todo, aliviando nossos sofrimentos, principalmente aqueles relacionados com a solidão. A prova disso está na Encarnação de Seu Filho em nosso meio, Jesus é a prova definitiva da cura da nossa solidão.

Autor: Marcelo Rodrigues -RCC de Sorocaba