domingo, 27 de dezembro de 2009

Vença o Medo...

Vença o Medo

Vença o Medo
Texto: Salmo 46:1-11 “Aquietai-vos, e sabeis que eu Sou Deus”
Introdução: O retrato de um mundo de incredulidade. As pessoas crêem naquilo que querem crer e não na verdade.
A fé gera vitória.
“Sem fé é impossível agradar a Deus” – Hebreus 11:6
O medo gera escravidão e derrota.

Incredulidade – Medo de mudanças, medo de perdas de valores e bens
Timidez – Medo de frustração ou decepção

As conseqüências do medo:
1 – Nm 13: 30-33 - Perda das bênçãos por não crer na Palavra de Deus.
Por olhar somente as circunstâncias e não as promessas de Deus.
2 – Mt 14:30 - Perda da estabilidade, quando o nosso caminhar pode ser interrompido pela dúvida, vide Pedro caminhando sobre as ondas.
3 – Ex 3:11 - Acostumar-se ao deserto, quando é tempo de caminhar e cumprir a nossa missão. Moisés sentia medo de frustrar-se no seu intento de libertar o povo, pois da primeira vez não dera certo, quando quis cumprir sua missão através das próprias forças.
4 – Jo 11:39-45 - Medo de frustrar-se levou Marta a dizer: “Senhor, já cheira mal, pois já é de quatro dias.”; quando Jesus disse: “Tirai a pedra”. E Ele falou novamente: “Se creres verás a Glória de Deus”. O medo da frustração era maior que a possibilidade da alegria do retorno de Lázaro, seu irmão.
5 – Ap 21:8 – A timidez, medo ou covardia pode levar a perda da salvação, por não cumprirmos a missão que nos foi outorgada.
Vide Abraão, um homem que venceu o medo e conquistou pela fé as promessas.

- O chamado e a promessa – Gn 12:1-3
- O cuidado – Gn 15:1
- O medo do fracasso. Gn 15:2-3
- O encorajamento – Deus mudou a visão de derrota para vitória (ver pela fé os descendentes) Gn 15:5
- A confirmação da promessa – Gn 17:1-4; 18:14
- O cumprimento da promessa – Gn 21:1-3
Conclusão: A palavra do Senhor diz: Não temais, pois Ele sabe que o medo rouba dos seus filhos as oportunidades de vitórias e tem sido muito explorado pelo nosso adversário.
Pois o medo é falta de fé e, falta de fé é pecado e o pecado nos afasta de Deus, nos aproximando das trevas – Rm 14:23b.